sexta-feira, 25 de março de 2016

As declarações de Carlos Cruz sobre a compra do Euro 2004:

Não sei se são verídicas ou não. Entendo que Carlos Cruz comprou uma guerra com a Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl e José Sócrates. Não precisava disto para nada.

Se no processo Casa Pia não admite culpas e a maioria dos portugueses diz que mente, quando há provas a culpabilizá-lo, como pode afirmar que Madaíl e Sócrates se venderam para conseguir que o Euro 2004 fosse, como foi, realizado em Portugal. Não apresentou nenhum documento a justificar tal compra. 

Numa altura em que está na situação de Saída Precária Prolongada em que lhe foram determinadas certas condições pelo Conselho Técnico do Estabelecimento Prisional da Carregueira e do Juiz do Tribunal de Execução de Penas de Lisboa, Carlos Cruz excedeu as atribuições que lhe foram confiadas.

Estou para ver se ainda necessitar de outra Saída Precária o que é que vai decidir o dito Conselho Técnico.

Se houver um mínimo de justiça Carlos Cruz não pode beneficiar de tal medida porque a sua postura foi indigna com o que lhe foi exigido que é ser urbano e respeitador dos valores cívicos. A ver vamos.

Sem comentários:

Enviar um comentário