quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Sampaio da Nóvoa:

Está a ser entrevistado na Antena 1 por Maria Flor Pedroso e a acompanhante da Antena 1 à campanha eleitoral de Sampaio da Nóvoa, que não me recordo o nome. As primeiras perguntas são de lana-caprina. São comparações com Cavaco Silva que para a campanha eleitoral não tem nada de interesse. Como se Cavaco Silva fosse um ícone de referência para Portugal!

De seguida vem a comparação com Marcelo Rebelo de Sousa. Não compreendo que numa entrevista sobre o candidato Sampaio da Nóvoa as perguntas incidem sobre Marcelo. Parece que há interesse em trazer Marcelo para onde não é chamado. Depois os jornalistas dizem que os candidatos só falam de Marcelo quando são eles que trazem Marcelo para a praça pública.

Sampaio da Nóvoa por uma questão de cortesia limita-se a responder mas devia dizer que está ali para falar dele. Parece que há jornalistas que têm interesse que Marcelo seja o vencedor. Para mim esta campanha está inquinada. Quero ver se Marcelo for derrotado o que vai a comunicação social dizer.

Estou a gostar, mesmo assim, da forma como Sampaio da Nóvoa está a responder às várias perguntas que lhe fazem as duas jornalistas. Como disse são perguntas de lana-caprina. Até lhe foi perguntado porque não cumpriu o serviço militar.

Foi insinuado que uma vez que Sampaio da Nóvoa foi jogador das camadas jovens da Associação Académica de Coimbra não foi por motivo da compleição física. Sampaio da Nóvoa respondeu que ficou apurado para todo o serviço militar mas que nunca foi chamado.

Aqui lembro, que naquela altura e essa altura deu-se antes uns dias – a ida às “sortes” – do vinte de Abril de mil novecentos e setenta e quatro. Sei que esta pergunta tinha uma armadilha, que era comparar Sampaio da Nóvoa com Marcelo Rebelo de Sousa.

Mas as datas foram diferentes. Enquanto Marcelo Rebelo de Sousa “fugiu” ao serviço militar na época da guerra ultramarina, Sampaio da Nóvoa não foi chamado porque as ex-províncias ultramarinas tornaram-se independentes e os soldados que eram centenas de milhares deixaram de ali cumprir o serviço militar.

Por isso, para os muitos mancebos que tinham ficado aptos para o serviço militar, ficaram na reserva territorial que é o mesmo que dizer que a qualquer momento podiam ser chamados. Portanto há uma diferença abismal entre Sampaio da Nóvoa e Marcelo Rebelo de Sousa.

A entrevista findou e como disse foi de lana-caprina. Quero ver quando for a de Marcelo Rebelo de Sousa.    

Sem comentários:

Enviar um comentário