sábado, 9 de fevereiro de 2013

O Sorriso:


"Era uma vez uma velhinha, que tinha um única filho. Viviam sozinhos, isolados de tudo, na floresta.
Um dia, a velhinha sentiu-se muito doente. Chamou o filho e entregou-lhe três pedras.
Disse-lhe para ir correr o Mundo, tentar encontrar três senhoras: uma vestida toda de negro, outra vestida toda de branco e outra que vestia um sorriso. A todas elas entregaria uma das pedras.
Assim foi. No dia a seguir, de manhã, pôs-se à estrada e aí vai ele. Na mochila, levava apenas alguma comida e as três pedras.
Procurou, procurou..... e, por fim, decidiu perguntar a uma velhinha que encontrou na estrada.
Ela olhou para ele e disse-lhe:
- Procura o silêncio. Lá encontrarás uma senhora toda vestida de preto.
E assim foi. No dia seguinte, encontrou o silêncio. Perguntou-lhe pela senhora  vestida toda de negro e ele levou-o até ela.
Quando o menino entregou uma das pedras à senhora vestida toda de negro, a cara da senhora mudou, subitamente. Num só gesto, apareceu um castelo de prata e disse ao menino:
- É teu. Será todo teu, se vestires sempre o preto.
O menino olhou para ela, viu-a tão triste e pensou:
- Não. Não é isto que eu quero. Não quero a prata, se tiver que ser triste.
E, assim, pôs-se à estrada novamente.
No dia seguinte, encontrou outra velhinha na estrada e perguntou-lhe por uma senhora vestida toda de branco.
A velhinha disse-lhe então para procurar a ganância.
E assim foi. No dia seguinte, encontrou a ganância, que o levou junto duma senhora toda vestida de branco.
Quando o menino lhe entregou uma das pedras, a cara da senhora mudou radicalmente e, num só gesto, ofereceu-lhe um castelo de ouro.
O menino olhou para o castelo e ficou deslumbrado. Estava quase a aceitar, mas, de repente, viu que as pessoas que lá viviam não tinham amigos e disse:
- Não. Não é isto que eu quero! Muito ouro, mas sem amigos, não me satisfaz!
E assim partiu novamente a correr mundo.
Faltava-lhe encontrar uma senhora. Começava a desesperar. Não sabia o que lhe iria acontecer. Como iria viver?
No dia seguinte, encontrou outra velhinha no caminho e perguntou-lhe pela senhora que vestia um sorriso simplesmente.
A velhinha olhou para ele e disse-lhe:
- Oh! Essa senhora é muito difícil de encontrar. Poucas pessoas a encontram. Mas, para a encontrar, tens que procurar a felicidade.
E assim foi. Foi ter com a felicidade, que o levou até à senhora toda vestida com um sorriso.
Quando o menino lhe entregou a última das pedras, olhou para ele e disse-lhe:
- Ofereço-te apenas um sorriso. Para viveres na felicidade precisas apenas dum sorriso.
Ele olhou para ela, estupefacto. Pensou, pensou ...... e disse:
- É isso que eu quero. Quero viver o resto da vida na felicidade. E assim foi. É onde ele ainda vive hoje. Muito feliz e apenas com um sorriso."

Sem comentários:

Enviar um comentário