terça-feira, 19 de setembro de 2017

Prometer não custa. O que custa é cumprir:

Tanto o prospecto do PS como o do PSD para a campanha eleitoral autárquica em Freamunde traz uma série de eventos a realizar quanto a mim vão ficar muito aquém. São muitas promessas para tão pouco tempo e tão pouco dinheiro atribuído às freguesias. Só para esclarecimento.

A todas juntas de freguesia foi, em princípio, atribuídos 12500 euros anuais. Que era aplicado na manutenção do arranjo das bermas, jardins públicos e algo mais que aparecesse e que necessitasse de manutenção rápida. As juntas de freguesia protestaram e foi atribuída a importância anual 17000 euros. Importância, ainda irrisória, uma vez que Freamunde carece de mais necessidades que qualquer outra freguesia, exceptuando Paços de Ferreira. É no meu entender que estas duas juntas de freguesia deviam de ter uma verba superior.

Por isso pode-se constatar que os Presidentes de Junta seja em que concelho for estão dependentes dos Presidentes de Câmara. Tomem em atenção José Luís Monteiro e Paulo Querido das dificuldades que vão ter para cumprir as promessas que estão a fazer aos munícipes de Freamunde. Sei das dificuldades que atravessou a Junta de Freguesia de Freamunde ainda vigente.

Vocês estão a prometer de mais. Quanto a mim prometia o essencial e esse essencial era o arranjo de Centro Urbano; o sentido único na Rua do Comércio de bastante utilidade para os comerciantes e consumidores no que respeita ao estacionamento de viaturas; novas instalações para a Junta de Freguesia, é de lamentar uma cidade com as instalações que têm e para cúmulo prometida há quatro anos; Parque de Lazer que se não está ao abandono parece; auxílio à Acção Social e terceira idade; transportes públicos incluindo para os nossos alunos assim como a alimentação gratuita, uma vez que os livros já são gratuitos.

Com isto diminuo mais de um terço das vossas propostas e acho que são fáceis de executar. É que prometer não custa. E se prometimento fosse procedido de uma palavra de honra certas promessas eram mais ponderadas.

Ou se caso não as cumprissem compareciam perante os Freamundenses de corda ao pescoço como Egas Moniz fez perante o Rei de Leão e Castelo.

Se assim fosse outro galo cantaria.

Sem comentários:

Enviar um comentário