sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

2016:

Entrou tímido e com pouca pompa. Nada se compara com a entrada do 2015. As circunstâncias são outras. Tudo se deve ao "feitio" de quem está ao leme do País. O de 2015 teve à sua frente uma "manada" de aldrabões. Teve os atentados de Paris e sobressaltos em outros países. Isto tudo no fim do seu mandato. Os temores ficaram para ti 2016. Por isso a tua entrada com timidez. Mas usa-se dizer que os receios mais tarde tornam-se em esperança. É o que o Mundo, principalmente Portugal, espera de ti. Por mim estou esperançado que vais ser um dos melhores anos desde que temos democracia. Por que neste momento não temos à frente do País charlatães. Confio em ti 2016.

Sem comentários:

Enviar um comentário