sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Pré e Campanha Eleitoral Autárquica:

Começou a pré-campanha eleitoral autárquica em Freamunde. Têm sido um corrupio, principalmente por parte do Partido Socialista e Partido Social Democrata, a ver quem convence mais os Freamundenses no porta a porta que quase diariamente percorrem as várias artérias de Freamunde.
Não fui bafejado. Talvez pelo motivo de morar num apartamento. Ainda bem. Porque já tenho a minha ideologia política formada. O meu voto vai para a candidatura de José Luís Monteiro. Se houvesse em Freamunde uma candidatura independente talvez o meu voto teria outro destino. Assim não.
Podem os candidatos alegar que o que está em primeiro lugar é Freamunde mas entendo que em primeiro está a cúpula do partido. E porquê! Porque o partido seja qual for suporta as despesas da campanha e depois quer colher frutos.
Como sempre votei em partidos de esquerda não vou faltar nestas eleições com o meu voto no Partido Socialista para a Junta e Assembleia de Freguesia de Freamunde. Para já! Quanto à Câmara e Assembleia Municipal ainda estou em dúvidas. Talvez o voto vá em branco. Não gostei da forma como Freamunde foi tratado nesta legislatura. Muita parra e pouca uva.
Se tivesse acontecido o mesmo com as restantes freguesias para poupar porque a Câmara estava numa situação financeira deplorável ainda compreendia. Mas não! Quem tem olhos de ver vê que em Paços de Ferreira o mesmo não aconteceu. Foram estradas e avenidas arranjadas. Para exemplo: não sei o nome da rua que vai desde a Caixa Geral de Depósitos até à Rotunda da Antiga Esquadra e vê o arranjo que sofreu e com material de primeira. A que passa em frente à Radelfe com duas vias e vai desembocar a uma rotunda feita propositadamente. O arranjo da Estrada Nacional em Frente à Guarda Nacional Republicana e que vem acabar em frente à Caixa Geral de Depósitos. Não falando noutros pequenos arranjos. Isto em Paços de Ferreira.
Agora em Freamunde: fez-se o arranjo no Largo de S. António até Xistos e alargou-se a Estrada Municipal no Outeiro. Esta obra «Estrada Municipal» era de importância vital derivado aos acessos para a Escola Secundária – porventura seria por isso! – que fica ali nas imediações. Como disse muita parra pouca uva.
Não se teve atenção aos comerciantes da Rua do Comércio. Há anos que aquela rua devia de ser de sentido único. Com as várias acessibilidades não compreendo a falta de imaginação. Várias vezes os clientes que vão fazer compras a essas superfícies comerciais são abordados pelas autoridades porque não podem ali estacionar. Esteja chuva ou sejam idosos. O arranjo do Centro Urbano de Freamunde. Há muito tempo prometido! O Quartel da G. N. R. nas antigas escolas primárias de S. Cruz também há muito prometido e a sua inauguração não se vê para breve.
Agora em vésperas de eleições colocou-se um outdoor a lembrar as obras no Centro Urbano. Julgo que vão ser mais quatro anos de espera. Dizem que há dois milhões de euros para essas obras mas sou como S. Tomé: só acredito quando vir a obra pronta.
Por isso prevejo um mandato difícil - caso ganhe - para José Luís Monteiro. A não ser que dê um murro na mesa para impor as pretensões para Freamunde. Quantas vezes disse à Armanda Fernandez para o fazer. Não o fez. Acabou como uma mera figura decorativa. Espero que não aconteça o mesmo a José Luís Monteiro. Vai ter muito que “trabalhar” para ser eleito e depois muito lutar para alcançar algo para Freamunde. Porque vejo Freamunde como um caso adiado.

Sem comentários:

Enviar um comentário